Louis Ricaute: “Estou rompendo barreiras no pornô”

Dono de um corpo escultural, o venezuelano Louis Ricaute, 27 anos, entrou para a indústria pornô para fazer história. Mesmo que não tivesse seus 90 quilos bem distribuídos em 1,85 de altura, esse garotão chamaria atenção de qualquer forma: é de longe um dos poucos atores a cumprir bem seu papel em frente às câmeras, seja como ativo dominador ou passivo submisso.

Quando domina, sabe utilizar bem seus 20 cm e uma virilidade pouco vista nas telinhas. Do outro lado da moeda, sabe servir bem um homem ativo em qualquer posição. Nesta entrevista exclusiva ao Inside Porn, concedida no fim do ano passado e só agora publicada pela primeira vez no Brasil, o ator conta detalhes de sua carreira e explica de que forma acredita estar rompendo barreiras nesta indústria.

Você tem um corpo extremamente bonito e rosto bem masculino, de macho. Como é para você se ver em cena como passivo?

É interessante. Acho que não é muito comum ver um homem masculino como eu, musculoso e cheio de peludos sendo passivo. As pessoas esperam que caras assim sejam apenas ativos, mas nem sempre é o caso. Na vida real sou versátil. Sou extremamente dominante como ativo e extremamente submisso como passivo. Acho que na verdade eu gosto de tudo. Acredito que ao emprestar minha imagem para esta indústria estou rompendo barreiras e preconceitos.

E como tudo isso começou?

O sexo sempre me apeteceu além do que fazemos em quatro paredes. Comecei filmando para a Bilatin Men e para a Macho Fucker. Faz mais ou menos quatro anos. De lá para cá, tenho produzido bastante, como vocês sabem. Pra mim, sexo é arte e é isso que acredito estar fazendo.

Tem alguém neste ramo que te inspira nesta arte do sexo?

Sim, claro. O François Sagat é um deles. Ele me parece um homem sexo demais, tanto como ator, como modelo. Tem outros talentos também, é um excelente dançarino, ator e desenhista de moda. Eu não o conheço, mas dizem que é extremamente amável e humilde. Gosto de gente assim. Devo citar também alguns nomes como Rocco Steele, Sean zevra, Allen king, Eduardo Picasso, Caio Veyron e Armond Rizzo.

Acredita que características como as do Sagat ajudam a transformar um ator em um grande ator?

Sim. Além disso, é preciso explorar ao máximo o seu potencial e fazer o que gosta em frente as câmeras, não apenas nesta indústria, mas em todos os aspectos da vida. Se a gente organiza nossos objetivos e prioridades ao mesmo tempo em que cuidamos da nossa imagem, nunca é tarde para acreditar que vai dar certo.

Como são os bastidores dos filmes?

Sabe que a verdade é que dou graças a todas as produtoras com as quais já trabalhei até agora, como a Fuckermate, TimTales, MachoFactory, Bilatinmen, MachoFucker e a PapiThugz. Isso porque sempre me senti muito seguro e confortável nos meus papeis. Sempre sobrou muita compreensão, comunicação, respeito e o resultado excelente que vemos nas telinhas.

Que tipo de pornô mais te agrada, como espectador?

Gosto de bareback. Cenas amadoras de bareback me atraem muito. Esse gosto pessoal reflete muito nos meus filmes.

Além do pornô, no que mais investe seu tempo?

Sou desenhista de moda, instrutor de peso e modelo fotográfico. Agora estou solteiro e vivo entre Madri e Buenos Aires. Não sei muito bem o que vou fazer ao longo do ano, mas quero focar meu tempo livre no trabalho, estudo, desenhar bastante e coisas que me fazem crescer profissionalmente e como pessoa também. Também quero viajar por toda Europa e pela América Latina.

img_0456

O seu pênis é apenas mais uma das coisas incríveis que você tem neste corpo…

É verdade. É grande e grossa, né? São 20 centímetros e acho legal vê-la sem funcionar durante as cenas como passivo.

Você tem algum limite na pornografia?

As pessoas devem ter. Eu ainda não cheguei ao meu.

Qual cena mais te marcou?

Uma que fizemos em um glory hole, para a Fuckermate. Eu ganhei um prêmio por essa cena e foi um excelente trabalho em equipe.

Além de ator pornô, você é modelo. Como encara a nudez artística?

Eu gosto de mostrar o meu progresso, digo, fisicamente, para que as pessoas vejam que podem se dedicar e conquistar o corpo que querem. É preciso consistência e dedicação.

Você é muito conhecido no Brasil. Já pensou em trabalhar para alguma produtora brasileira?

Ainda não, mas gostaria muito. Estou aberto a convites.

Conte algo para gente. Algo novo, que esteja em seu coração.

Ah, eu sou um venezuelano muito louco, de escorpião, que é apaixonado por viagens e por aprender coisas novas. Adoro desvendar mistérios. Acho que sou um cara romântico, que gosta das coisas certas, sou humilde, caprichoso e leal aos meus amigos. E uma coisa que sempre digo: sou leal e fiel a mim mesmo, porque quem não se respeita ou não se ama como é, nunca estará apto a respeitar e aceitar os demais.

Siga o bonitão no Twitter em @Louis_Ricaute

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s