Luke Hotrod: “No fundo, sou um cara romântico”

O ator e músico britânico Luke Hotrod tem 34 anos, mora em Londres, e é hoje considerado uma das grandes estrelas do pornô mundial. Além de atuar em filmes adultos, o cara manda bem na guitarra e já colaborou com o trabalho de nomes do rock mundo afora – ele só não revela seu nome verdadeiro que assina suas produções musicais. Eu tive a chance de conversar com ele e fazer 14 perguntas enviadas por fãs, via Twitter.

Quem é Luke Hotrod?

Luke é um cara que sonha grande. Risos. Tenho 34 anos, sou de Newcastle, Reino Unido, mas moro em Londres, onde trabalho como músico e ator pornô. Sou bem dotado, como vocês sabem, tanto na inteligência como.. bem.. vocês devem imaginar. Eu uso Channel Blue todos os dias e tenho uma linda namorada, também do ramo pornô, chamada Victoria Summers.

Tem só cinco anos que você começou no pornô, correto? Acha que já alcançou o topo da carreira?

Não, ainda não, mas eu diria que estou indo bem. Já provei a mim mesmo que sou bom no que faço e as empresas do Reino Unido e da Europa não param de me contratar, então acho que faço o trabalho bem feito. Sim, tem apenas cinco anos e acredito que meu nome hoje é muito forte na indústria.

No pornô hetero as pessoas ainda não ligam muito para os atores, mas apenas para as atrizes. Você acredita que isso está mudando aos poucos?

Sim, claro. Eu acho que na medida em que o pornô está se tornando mais popular, principalmente entre as mulheres, as pessoas que consomem esse tipo de trabalho passam a prestar mais atenção na gente. Tem também fã clubes espalhados por toda a parte e a internet ajuda nisso. O que quero dizer é que as mulheres hoje consomem pornô e estão mais abertas a discutir isso.

IMG_3452

É verdade que ser um músico profissional te levou para o universo pornô? Como foi isso?

É verdade. Eu fui convidado para tocar guitarra em uma ambientação para um filme pornô e, lá, me questionaram se eu toparia atuar. Decidi fazer, afinal de contas, seria uma grande extra. Pensei que seria só uma cena, mas acabou que me convidaram de novo, e de novo e de novo… eu topei fazer e minha carreira começou ali.

Conta um pouquinho da sua carreira na música…

Desde cedo eu toco guitarra. Tenho contratos nos Estados Unidos e já trabalhei com nomes muito fortes da indústria da música. Minha família é formada por músicos conhecidos aqui no Reino Unidos, meu tio, inclusive, é famoso e vocês certamente o conhece, então acho que é uma herança que eu tenho e devo seguir.

E como podemos conhecer esse trabalho?

Bom, certamente esse trabalho é separado do que eu faço como ator pornô, porque é assinado pelo meu nome verdadeiro. E eu tento separar bem as duas coisas, mas muitas pessoas que escutam rock certamente já me ouviram por aí e nem imaginam que eu sou o Luke Hotrod e que transo com belas mulheres em frente às câmeras por dinheiro. Risos.

O que é mais difícil: transar em frente às câmeras ou tocar guitarra para milhares de pessoas?

As duas coisas. No caso da guitarra, eu tenho a experiência de 25 anos ao meu favor, então tenho mais prática. Risos. Mas me sinto muito seguro fazendo as duas coisas e amo o que faço.

IMG_3447

E de onde surgiu o nome Luke Hotrod?

Veio de um guitarrista que curto, chamado Luke e o Hotrod é porque eu mexo com motos e carros e trouxe da marca Hotrod. Pois é. Curto essas coisas. Minha personalidade é meio rock’n’roll, cara malvado, meio dos anos 50, todo tatuado. Dá medo?

Não, você tem cara de bonzinho. Mas meio dominante…

Acho que eu preferia dizer que gusto da igualdade na hora do sexo, entre mim e a atriz que eu estiver contracenando. Acho que meu estilo sempre vai sugerir que eu sou bad boy, dominante, mas eu gusto de dar esse equilíbrio nas cenas. É um contraste positive.

O que é preciso para ser um bom ator pornô?

Ser dotado ajuda, mas acho que o mais importante é ser profissional. É o que vai determinar se você vai ficar muito tempo nessa indústria ou será apenas mais um dos nomes passageiros que vemos surgir e desaparecer todos os dias. É preciso usar a cabeça e saber onde o pornô pode te levar.

Acha que pornô é uma arte?

Sim. Tem o pornô mais gonzo, que é só bang bang, e acabou, mas hoje em dias as empresas têm se especializado em oferecer um segmento mais artístico, com muito estilo erótico, roteiro, fotografia. Essas empresas estão se tornando muito popular e mostrado que o pornô não é apenas sobre sexo.

Cw7C7M_WgAAwjoR

E que tipo você prefere?

Eu amo todos os tipos, mas me amarro em filmar os mais eróticos, super produções. Adoro fazer cenas com histórias, porque sou um cara romântico, acreditem. No coração, mas por favor, não contem a ninguém. Risos.

O que falta fazer no pornô que não fez ainda?

Acho que já filmei tudo que eu pessoalmente gostaria. Agora tenho também produzido filmes com a minha namorada. Quem quiser conferir o meu trabalho como diretor, produtor e fotografo, pode acessar www.victoriasummers.com.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s